Coxinha de Sardinha

Coxinha de Sardinha

Coxinha de Sardinha

Curta nossa Fanpage no Facebook!

Ingredientes:

2 xícaras (chá) de batata cozida e amassada
1 litro de água
3 cubos de caldo de legumes
4 colheres (sopa) de margarina
3 xícaras (chá) de farinha de trigo
2 ovos
3 latas de sardinhas sem espinhas escorridas
Sal a gosto
Óleo para fritar

Para empanar:

2 ovos
Farinha de rosca

Modo de Preparo:

Bata tudo no liquidificador e leve ao fogo, mexendo sempre, até desprender do fundo da panela. Deixe esfriar. Modele as coxinhas, passe pelos ovos batidos e, em seguida, pela farinha de rosca. Frite aos poucos em óleo quente até dourar. Escorra sobre papel toalha e sirva em seguida.
Para os amantes de Coxinha
A coxinha está presente em praticamente todos os botequins, padarias e até em restaurantes, sendo um dos petiscos mais preparados no País. A coxinha mais conhecida é sem dúvida a de frango, mas podemos achar também de carne, com catupyri, de bacalhau, de camarão e de vários outros tipos de recheios. Embora possa parecer simples, para fazer esse delicioso quitute é necessária atenção. Por isso conheça agora algumas recomendações.

Pode ser óbvio, mas os ingredientes são primordiais para que a receita dê certo. Não existe recheio com sabor sem um frango bem feito. Nem uma boa casquinha, sem farinha de trigo de qualidade. E se a massa for de farinha de trigo, é necessário que seja bem cozida antes de fritar o quitute. As preparações que levam batata e mandioquinha geralmente são mais leves e com mais sabor – além de dar uma tonalidade mais bonita. A recomendação para todos os tipos é não fazer uma massa consistente demais, pois ficam duras após a fritura.

Investir em novos recheios pode proporcionar um sabor incrível, apenas é preciso ter atenção para o salgado não perder a sua característica e se transformar em um croquete. O essencial é desfiar o ingrediente que irá ser utilizado corretamente e incrementar o tempero. Um pouquinho de molho de tomate ou ingredientes que oferecem cremosidade, como requeijão e cream cheese, deixam a mistura mais úmida. Porém é aconselhado não exagerar.
Se o recheio ficar mole demais, fica complicado depois moldar o quitute, que pode estourar. Também o tempero usado no recheio pode ser o diferencial da coxinha. Algumas ervas, salsinha e salsão também são interessantes.
Adquirindo o curso abaixo, você irá aprender tudo isso de forma detalhada, e também ainda levará de bônus três outros cursos:
1) Molhos Finos
2) Congelamento de Alimentos
3) Coxinhas Doces
Curso Coxinhas Gourmet – Acesse aqui!

 

Tags: | | |

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *